-Publi-A-

Secretário de Inteligência do Amazonas e policiais civis são presos durante operação “Garimpo Urbano”

Samir Freire. Foto: Reprodução.

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

O delegado da Polícia Civil, Samir Freire, titular da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai), da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), e mais três policiais civis foram presos na manhã desta sexta-feira (09), em Manaus, durante a operação “Garimpo Urbano”, ação conjunta do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Amazonas e da Polícia Federal.

O delegado Samir Freire chegou na sede do Ministério Público escoltado por agentes da Polícia Federal e deve prestar depoimento ainda na manhã de hoje.

A operação Garimpo Urbano investiga o envolvimento de agentes de segurança no desvio de cargas irregulares de ouro durante abordagens aos transportadores. Além desses quatro mandados de prisão, outros dez mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Manaus e em cidades do estado do Pará.

Em nota, o Governo do Amazonas informou que os agentes públicos estaduais alvos da operação serão afastados dos cargos que ocupam e exonerados das funções. “O Governo do Estado ressalta que condutas ilícitas de qualquer servidor público estadual não são toleradas e que vai colaborar com as investigações, prestando todas as informações necessárias aos órgãos de fiscalização e à Justiça”, diz trecho da nota.

O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, determinou à Corregedoria-Geral do Sistema de Segurança a abertura de um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para julgar a permanência dos envolvidos na operação policial do MPE e PF nos quadros do sistema de segurança. “A SSP-AM está à disposição dos órgãos responsáveis pela investigação para contribuir com informações necessárias para a completa elucidação das suspeitas”, informou a SSP-AM.

você pode gostar também