Sempa apresenta dados sobre pecuária leiteira para criadores do Moura e Paraná do Ramos

Um dos setores produtivos desenvolvido na região rural de Barreirinha é a pecuária. Nesse sentido, a Prefeitura de Barreirinha, por meio da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempa), recebeu no auditório do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), uma comitiva de 15 criadores de gado do Distrito de Terra Preta do Limão, comunidades Santa Luzia do Moura e Sapateiro para a apresentação de resultados de um estudo feito para conhecer a situação atual da pecuária leiteira na região. A convocação da palestra foi idealizada pelos vereadores Klelson Alves e Luís Carlos Andrade (Maninho).

O objetivo do diagnóstico foi constatar dados para futuramente retomar o projeto de beneficiamento de produtos lácteos no laticínio municipal de Barreirinha. De acordo com o secretário de Produção e Abastecimento, Kennedy Andrade, o projeto ainda apresenta os requisitos básicos para a legalização de queijaria artesanal. “É um sonho a ser realizado para fortalecer as atividades econômicas para os pecuaristas do município. O Amazonas possui 12 queijarias oriundas da agricultura familiar com o Serviço de Inspeção Estadual e o nosso município pode ser o próximo a realizar essa conquista”, afirmou.

Em 2020 a equipe técnica da Sempa esteve visitando propriedades na região do Lago Preto, Paraná do Ramos e Laguinho, locais onde estão concentrados grande parcela do rebanho do município. A zootecnista, Wenna Glória, apresentou os resultados do diagnóstico que foram coletados a partir da aplicação dos questionários. “Foram coletadas as informações como a quantidade de litros de leite produzidas pelas vacas e búfalas, derivados que são beneficiados, raças de gado que compõe o rebanho, pastagens e estruturas que são utilizadas na ordenha”, explica.

você pode gostar também