-Publi-A-

Sequela da Covid-19 tira a vida de coreógrafo consagrado no Boi Caprichoso 

Foto: Reprodução Facebook

Parintins (AM) – O coreógrafo Erik Ricardo Cunha David, 39 anos, teve diagnóstico positivo para o novo coronavírus, no mês de agosto. Ele se recuperou da doença respiratória, mas sofreu complicações no quadro de saúde e foi internado no Hospital Check-up, em Manaus, no dia 10 de outubro.

A Covid-19 fez Erik David, que tinha asma, ficar 40 dias intubado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Mesmo com todos os esforços médicos e tratamento especializado, o coreógrafo não conseguiu mais reagir para vencer a doença. Erik David faleceu neste domingo (13).
A morte precoce de Erik David comoveu fãs e deixou órfãos itens femininos do Boi Caprichoso. O coreógrafo começou trajetória no Festival Folclórico de Parintins em meados da década de 1990, como integrante do Grupo de Dança Movimentos (GDM), em Manaus.
Com o GDM transformado em Corpo de Dança Caprichoso (CDC) Manaus, Erik David se tornou coreógrafo de itens femininos, com quem teve relação de profissionalismo e de fraternidade. O último trabalho foi com a Porta-Estandarte, Marcela Marialva, em 2019.
Erik coreografou ex-itens femininos como Maria Azedo (Cunhã-Poranga), Karla Thainá (Rainha do Folclore), Brena Dianná (Rainha do Folclore), Karyne Medeiros (Porta-Estandarte), Rayssa Tupinambá (Porta-Estandarte), Geane Benoliel (Porta-Estandarte), além dos atuais nomes do azul.
“Ele coreografou todos os itens. Quando não era contratado do boi, fazia de modo particular”, diz Edinalda Sampaio, coordenadora do CDC Manaus. O corpo de Erik foi velado na Funerária Canaã, Rua Major Gabriel, bairro Praça 14, e o enterro ocorreu às 12h30 no Cemitério do Tarumã, em Manaus.
“Ele era como se fosse um filho para mim”, confessou Edinalda Sampaio, durante as últimas fúnebres ao amigo, antes do sepultamento, ao lado de Lindsay Belota, que coordenou o GDM, na época em que Erik começou na dança no Boi Caprichoso. O coreógrafo era uma espécie de consultor dos itens femininos.
você pode gostar também