-Publi-A-

Sérgio Fontes deixa secretaria de segurança do Amazonas

Secretário Sérgio Fontes deixou nesta segunda-feira a Secretaria de Segurança do Amazonas.

Sérgio Fontes anunciou nesta manhã sua saída da Secretaria de Estado da Segurança Pública

Redação | 24 horas

[email protected]

Manaus (AM) – Sérgio Fontes não é mais o Secretário de Segurança Pública do Estado do Amazonas o anuncio foi feito nesta manhã após ficar mais de dois anos à frente da pasta. Ao anunciar seu desligamento da secretaria informou que sua motivação foi pessoal.

Em nota divulgada à imprensa ele lembrou de ações como a integração das Forças Armadas, Polícia Federal, Secretarias e Órgãos Públicos de todas as esferas, bem como a iniciativa privada.

Abaixo a nota oficial do ex-secretário na íntegra.

Nota oficial

Caros amigos,

Informo que, após cerca de dois anos e oito meses à frente do honroso cargo de Secretário de Estado de Segurança Pública, solicitei e obtive junto ao Governador do Estado do Amazonas minha exoneração.

Minha saída tem motivação pessoal. Faço-o com a consciência tranquila de que dediquei cada um de meus dias à frente desta árdua tarefa com a seriedade e responsabilidade devidas, assim como com a certeza de que todos os resultados positivos alcançados em minha gestão foram frutos do trabalho e dedicação incansáveis de excelentes quadros, que tive a grata satisfação de conhecer em todos os órgãos integrantes do Sistema de Segurança e dos setores internos diretamente subordinados à SSP/AM.

Também foram determinantes em nossa jornada a integração e sinergia com as nossas Forças Armadas, com a Polícia Federal, Secretarias e Órgãos Públicos de todas as esferas, bem como a iniciativa privada. Agradeço aos respectivos comandantes, secretários, gestores, empresários e respectivos subordinados/servidores/ empregados. Nada seria possível sem esta profícua parceria.

Ao contrário de anos anteriores, marcados pela pujança econômica no Estado e no país, enfrentamos em nossa gestão gigantescas dificuldades econômicas que determinaram a cada ano sucessivas reduções orçamentárias e contingenciamentos financeiros que impactaram nosso planejamento, porém mantivemos ações sistemáticas de enfrentamento ao crime organizado durante todo o período, conforme estão a corroborar os inéditos e históricos números de apreensões de drogas e de prisões.

A valorosa experiência com que fui honrado nestes anos me permite avaliar com clareza que a Segurança Pública não comporta mais soluções mágicas ou fáceis, fruto de análises superficiais ou de conveniências externas ao complexo problema e que levem em consideração somente as consequências da violência.

O adequado enfrentamento não prescinde, por certo, de investimentos em recursos materiais e humanos condizentes com a missão e realidade atual dos órgãos policiais, porém suas causas também devem merecer atenção, pois o tema não se resume a uma questão meramente policial, pressupõe o envolvimento de toda a sociedade e o comprometimento de diversos poderes, instituições e órgãos que integram o Sistema Criminal. Como diz nossa Constituição Federal, a Segurança Pública é dever do Estado, direito e responsabilidade de todos.

Despeço-me agradecendo também aos  Governadores que me confiaram esta nobre missão, desejando boa sorte aos novos gestores e, principalmente, solicitando que cada servidor do Sistema de Segurança Pública  continue a trabalhar com a dedicação que merece nosso Amazonas e cada um de nossos cidadãos, destinatários finais de nosso serviço público que é de vital importância para que todos tenhamos uma sociedade melhor e possamos viver em paz.

Sérgio Lúcio Mar dos Santos Fontes.

 

você pode gostar também