-Publi-A-

Sete possíveis chefes da FDN são transferidos para Campo Grande, diz portal

Ao longo desta semana, sete possíveis chefes da facção criminosa conhecida como Família do Norte (FDN) foram transferidos pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) para o Presídio Federal de Segurança Máxima de Campo Grande, onde também está preso o líder da quadrilha José Roberto Fernandes Barbosa, o “Zé Roberto da Compensa”, de 44 anos. A informação foi publicada pelo por portal sul-mato-grossense Campo Grande News.

De acordo com a reportagem, que revelou a operação de escolta de grande porte, os detentos estavam cumprindo pena no presídio federal de Porto Velho (RO) e, após a transferência, serão incluídos no Regime Disciplinar Diferenciado (RDD).

Sem os nomes revelados, acredita-se que entre os detentos esteja um dos “funcionários” de Zé Roberto, Erik Leal Simões, o “CD”, de 29 anos, que já ficou preso quatro meses em Mato Grosso do Sul por tráfico e tinha obtido o direito ao regime-aberto em Manaus na Justiça. Erik foi preso em 2016 pela Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência do Amazonas (Seai).

O portal Campo Grande News  informou que os sete detentos seriam os homens investigados e presos pela Polícia Civil amazonense logo após o massacre ocorrido no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) no começo deste ano, onde membros da FDN executaram integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC).

A questão, contudo, não chegou ao conhecimento do secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, e do juiz da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Luiz Carlos Valois, que afirmaram desconhecer a informação.

Do Acritica

você pode gostar também