Suspeito de matar parintinense com mais de 30 facadas é preso em Manaus

Foto: Reprodução.

Gilson Almeida | 24 Horas
[email protected]

Parintins (AM) – O enfermeiro André Felipe, de 28 anos, foi preso na tarde desta quinta-feira (8) pelos policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) suspeito de matar com mais de 30 facadas a parintinense Emilaine de Souza Souza, de 20 anos.

A jovem foi encontrada morta pela irmã dia 29 de setembro, em uma quitinete localizada na Rua Desembargador Gaspar Guimarães, bairro da União, zona centro-sul de Manaus. O suspeito dividia a residência com a vítima. Foram encontrados golpes de faca na região da costa, pescoço e nuca, além de machucados nas mãos da vítima o que indica que houve luta corporal.

Emilaine de Souza Souza. Foto: Reprodução.

Conforme o delegado da DEHS, Charles Araújo, os policiais descobriram que a jovem e André Felipe possuíam um envolvimento amoroso e, no momento do delito, o homem estava na quitinete onde a vítima foi encontrada, porém, ele tentou forjar um álibi para despistar as investigações.

“Ele simulou uma viagem dizendo que iria para o município de Maués (a 276 km de distância em linha reta de Manaus), mas permaneceu na capital, e no dia do fato, foi até a casa de Emilaine e a surpreendeu no momento em que ela estava dormindo e cometeu o crime”, informou Charles.

A autoridade policial destacou que as equipes seguiram as diligências e por meios investigativos, conseguiram provas que ele estava na cena do crime. Imediatamente foi solicitada à Justiça pelo mandado de prisão temporária em nome dele e a ordem judicial foi expedida nesta quinta-feira. “No momento em que ele veio até a Especializada prestar depoimento, efetuamos a prisão”, detalhou o delegado.

Procedimentos – André Felipe será indiciado por feminicídio. Ao término dos trâmites cabíveis, ele será levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passará por audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria de comunicação da Polícia Civil do Amazonas

você pode gostar também