Tarde Alegre infantil do Caprichoso é inclusão e perpetuação do Boi Negro da Amazônia

A criançada alegrou o curral Zeca Xibelão neste domingo, 12 de junho, com a realização da última edição da temporada 2022 da Tarde Alegre Infantil. Um espaço que Boi Caprichoso criou há 35 anos para incentivar a maior cultura de Parintins entre os pequenos torcedores e, de forma especial, proporcionar a inclusão também na brincadeira do Boi-Bumbá.

O palco do curral recebeu as novas gerações incentivadas pelos itens oficiais presentes que evoluíram juntos: apresentador, Edmundo Oran, tripa do boi, Alexandre Azevedo, sinhazinha da fazenda, Valentina Cid, rainha do folclore, Cleise Simas, porta-estandarte, Marcela Marialva, cunhã-poranga, Marciele Albuquerque, e pajé, Erick Beltrão.

Além dos tradicionais brinquedos pula-pula e castelo inflável, a realização pessoal das crianças foi vestir a fantasia e representar personagens para apresentação como item na última edição da Tarde Alegre Infantil 2022. “A gente chega ao final da Tarde Alegre bastante feliz com os resultados, com o público alcançado e o curral lotado de crianças com os pais. Essas novas gerações têm a missão de levar o boi adiante”, afirma o coordenador do projeto, Diego Omar.

O presidente do Caprichoso, Jender Lobato, confessou um sentimento de dever cumprido, pela promoção de entretenimento e de descoberta de novos talentos. “É um momento de muita emoção para nós, por termos crianças torcedoras do Boi Caprichoso e do boi contrário. Quando a gente promove esse tipo de evento, damos oportunidade para as crianças que brincam em casa. O Caprichoso abre as portas para todas as cores. As crianças deram uma demonstração de que o nosso boi vai se perpetuar”, assegura.

As finais dos concursos chamou a atenção do público. Curumins e cunhantaes de todas as idades mostraram o talento e potencial do futuro Caprichoso. Após as animadas apresentações, os itens mirins do Caprichoso ficaram assim definidos:

Apresentador: Guilherme Tavares Machado
Levantador: Juliano Henrique Vieira
Amo do Boi: Edgar Henrique
Tripa: Anthony Rick Marques / Heitor Picanço
Sinhazinha: Ana Cláudia Lopes
Porta-estandarte: Jackeline Lima Ribeiro
Rainha do Folclore: Evelyn Laiane Pereira
Cunhantã-poranga: Ana Kelly Garcia / Gabriela Ayana Pereira
Pajé: Miguel Arcângelo

Um Caprichoso de todos os pequenos

Entre quase 30 itens inscritos no concurso de itens mirins, Heitor Picanço Andrade é a prova viva de que a Tarde Alegre Infantil Azul e Branca é espaço para a criançada de Parintins brincar de boi-bumbá e transformar o sonho em realidade. O menino de nove anos que concorreu como tripa mirim no palco do Curral Zeca Xibelão tem Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH), é filho da professora universitária, Helen Picanço, e do técnico bancário, Sávio Andrade.

A mãe conta que Heitor se dedicou muito, inclusive mudou a alimentação. “Ele passou a comer mais frutas. Todo dia ele ensaiava e assistia a vídeos na Internet. Emprestamos um boi da tia dele e eu tive que entrar nesse processo. Toda a família se envolveu. Foi um desafio muito grande, porque envolve vários movimentos, o entendimento da música e exige muita concentração. Ele já é um campeão, por superar as dificuldades e conseguir chegar até aqui”, revela Helen Picanço que é torcedora do boi contrário, mas incentivou a criança a brincar no boi que escolheu.

Fotos: Pedro Coelho e Arleison Cruz

você pode gostar também