Tenente é preso pela PM, por disparo na rua, e motorista, por direção perigosa

Da Redação | 24 Horas

[email protected]

O comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar do Amazonas, Tenente-Coronel Corrêa Júnior, determinou a apuração dos fatos sobre o envolvimento de um oficial, em serviço, que atirou contra um veículo Fusca, em via pública, por volta das 11h, nesta quarta-feira (04). O incidente ocorreu na Avenida Nações Unidas, bairro São José Operário, entre o Centro Educacional Aurora e um posto de combustível.

No primeiro dia de férias, em Manaus, Corrêa Júnior tomou ciência do caso, com informações repassadas pelo comandante interino da PM em Parintins, Capitão Ricardo Viana. Ao saber das circunstâncias da ocorrência, o Tenente-Coronel ordenou a prisão em flagrante do Tenente S. Andrade, por se tratar de crime militar, bem como a detenção do motorista do carro Fusca, pelo crime de direção perigosa.

Outro procedimento adotado por Corrêa Júnior foi comunicar o Comando Geral da PM, que acionou a Corregedoria para acompanhar o caso. No quartel do 11º Batalhão da PM, o Capitão Ricardo Viana ouve todos os envolvidos. O Tenente S. Andrade alegou ter atirado, por se sentir ameaçado, quando dirigia uma motocicleta e o motorista do Fusca teria lhe fechado.

O carro sofreu tiros na lataria e no pneu. Como medida administrativa, Corrêa Júnior orientou o Capitão Ricardo Viana a prender em flagrante o oficial, no quartel, pelo disparo de arma de fogo em via pública, por não configurar, a princípio, uma situação de ameaça, assim como realizar a detenção e apresentação do motorista do veículo na Delegacia de Polícia Civil, por direção perigosa.

você pode gostar também