Tite quer estreitar relação entre clubes e CBF, diz preparador físico da seleção

A nova comissão técnica da seleção brasileira assumiu com um objetivo claro: buscar a classificação para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Fora de campo, no entanto, Tite e sua equipe também têm outras metas e tentam promover algumas mudanças. Entre elas, melhorar a relação da CBF com os clubes, tanto no Brasil quanto no exterior.

Pelo menos foi isso que explicou o preparador físico da seleção, Fábio Mahseredjian. “Vamos buscar essa aproximação. Claro que com os clubes brasileiros é mais fácil, mas vamos falar com os de fora também. Temos de dar uma contrapartida para eles também, sempre que um jogador voltar para o seu time após uma convocação. Já estávamos fazendo isso”, declarou em entrevista ao site da CBF.

Fábio já está há dois anos trabalhando como preparador físico da seleção, mas somente agora deixou o cargo que também ocupava no Corinthians e assinou contrato de tempo integral com a CBF. Nesta terça-feira, ele embarca para sua primeira viagem nesta nova função, ao lado de Tite e do coordenador técnico Edu Gaspar.

“Além de ver os jogos, vamos aproveitar para conversar com os clubes, saber como está a situação de cada jogador, pois já temos uma convocação importante pela frente”, disse o preparador, que vai acompanhar o treinador nos Estados Unidos e na Inglaterra, onde assistirão às partidas amistosas: Bayern de Munique x Real Madrid, Liverpool x Barcelona e West Ham x Juventus.

“Vou ficar de olho nos nossos jogadores, mas também nos adversários. Vamos buscar o máximo de informação possível”, explicou Fábio. A estreia da nova comissão técnica da CBF acontecerá no dia 1.º de setembro, contra o Equador, em Quito, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a próxima Copa do Mundo.

você pode gostar também