-Publi-A-

Touro Preto encerra o Festival exaltando suas raízes

Em sua apresentação o Touro Preto destacou sua própria trajetória

Carlos Alexandre | 24 horas
[email protected]

Barreirinha (AM) – O Festival Folclórico de Barreirinha encerrou na madrugada deste domingo, 15, após a realização da apresentação do Touro Preto na arena do Touródromo. O bumbá fundado em 1938 na comunidade de Vila Nova, interior do município onde o Festival é realizado, coloriu de azul e Branco a arena, além disso mergulhou em sua história e contou o legado deixado por seu fundador Paulo Beltrão.

A festa azulada começou com o apresentador Marcos Felipe emocionado sua galera no texto inicial quando destacou a figura do barreirinhense como filho da floresta e que mantém a essência da brincadeira de boi viva com a tradição passada de geração em geração.

Prince do Boi, amo do Touro Preto, surgiu durante a exaltação Folclórica quando as figuras tradicionais como gigante e dona aurora brincavam nos terreiros da Barreirinha de antigamente. A igreja alegórica de Vila Nova fez surgir a Sinhazinha da fazenda Rashelley Mesquita que evoluiu com singeleza aos jurados.

A Porta Estandarte Natália Andrade, o Touro Preto, com o Tripa Cigarro, e a Rainha do Folclore Beatriz Siqueira foram conduzidos por um tripé para dentro da arena. O Pajé do Touro Preto, James Tony, dividiu sua performance com as tribos indígenas na coreografia que reuniu além de todos os elementos da dança a tecnologia. “Tivemos laser em algumas fantasias”, contou o presidente João Paulo Beltrão.

O gigantesco Gavião Real, a ave sagrada do povo Sateré Mawé, conduziu para a arena a Cunhã Poranga que revelou toda a beleza da índia guerreira barreirinhense Aysha Victória Silva. O Ritual que transforma o curumim Sateré Mawé em homem por meio da luva da Tucandeira foi um do me momentos que levantou a Nação Azul e Branca.

O Touro Preto reuniu 500 brincantes e uma das novidades deste ano foi a confecção das indumentárias da marujada feita pelos integrantes da velha guarda do Boi.

O presidente do Touro Preto, João Paulo Beltrão, agradeceu ao presidente do Boi Caprichoso Babá Tupinambá pela parceria com a agremiação barreirinhense. “Somos muito grato, mas também queremos agradecer a todos aqueles que se esforçaram para fazer essa linda festa que certamente nos conduzirá ao título do Festival”, afirmou. O vice Zico Beltrão também comemorou o resultado da apresentação do Touro Preto. “Nossa galera não parou em nenhum momento e mostra o espírito de quem quer ser campeão”, completou.

A apuração do XXX Festival Folclórico de Barreirinha acontece neste domingo às 11h da manhã no Touródromo.

Fotos: Clemente Valente

você pode gostar também