Transatlântico em Parintins não é oriundo de área do Coronavírus

A Secretaria Municipal de Saúde tranquiliza a população em relação a rota do navio de cruzeiro, Viking Sea, ancorado no meio do Rio Amazonas, em Parintins neste sábado, dia 29/02. A Coordenadoria Municipal de Vigilância em Saúde informa que o transatlântico veio da América Central, fora de áreas de circulação viral do Covid 19.

Na Amazônia, o trajeto é Belém, Santarém, Manaus, Parintins, com parada na Serra da Valéria. A Coordenadora Vigilância em Saúde de Parintins, Elaine Pires, explica que existe um Sistema Nacional de Vigilância de Transatlântico em todo território brasileiro para quaisquer intercorrências, monitorado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A Vigilância em Saúde mantém contato com a Fundação de Vigilância em Saúde do Estado e Anvisa para obter informações. O Viking Sea terá inspeção, em Manaus, por ser o último da temporada. “Não existe nenhuma anormalidade. O navio segue o trajeto previamente definido. A orientacao é que recebamos os turistas normalmente”, comunica a Semsa.

Fotos: Yuri Pinheiro

você pode gostar também