Treze candidatas concorrem ao Miss Amazonas Gay Oficial

Foto: Divulgação.

Manaus (AM) – No próximo dia 21 de novembro será realizado o maior concurso de beleza para transformistas do estado, o Miss Amazonas Gay Oficial. Em uma única etapa, o evento, que será realizado nas instalações do Palácio Rio Negro, localizado na Avenida Sete de Setembro, bairro Centro, zona sul de Manaus, é organizado pela apresentadora Brenda Lamask e vem sendo realizado desde 1998.

Ao todo serão 13 candidatas, de 18 a 35 anos, ou seja, rapazes que se transformam na noite. As candidatas desfilarão em dois trajes: o traje típico, que homenageará a cultura e a beleza amazonense, e o traje de gala, que irá enaltecer os trabalhos de estilistas do estado, com atuação pelo Brasil. Este ano, além das candidatas da capital, haverá a participação de concorrentes de cinco cidades do interior como Coari, Fonte Boa, Manacapuru e Urucurituba.

Para a coordenadora estadual, apresentadora e organizadora do concurso, Brenda Lamask, a participação no evento é a realização de um sonho para muitos jovens transformistas. “O concurso promove uma oportunidade para que as candidatas possam mostrar o seu talento como artista. Além disso, a ganhadora da noite terá a responsabilidade de representar o Amazonas, com toda sua beleza e charme, na etapa nacional do evento, que ocorrerá na terceira semana de agosto de 2021, em Juiz de Fora – MG”, destacou.

Para a atual Miss Amazonas Gay Oficial, Alícia Amazon, a experiência no concurso mudou sua vida. Após três tentativas consecutivas, finalmente o sonho do título chegou em 2019. “Participar desse concurso era um sonho antigo e após a realização dele, me tornei conhecida na minha cidade e reconhecida nacionalmente. Em qualquer lugar que eu vá, sou tratada como a Miss Amazonas, carinhosamente chamada de Amazonas”, contou.

O concurso – O concurso Miss Amazonas Gay Oficial teve sua primeira edição em 1998 e foi idealizado pela saudosa transformista Joelma Andraws, que patenteou a marca.

Foto: Divulgação.

Fonte: Portal Rede Norte de Notícias

você pode gostar também