‘UTI’s em Parintins é um direito à vida’, defende vereadora Vanessa Gonçalves

Parintins (AM) – Na terça-feira, 23, com expressiva participação da população parintinenses, os Poderes Legislativo e Executivo realizaram Audiência Pública para discutir o Projeto de Lei 011/2020-PGMP. Trata-se da criação do Programa Municipal de Antecipação de Impostos à Administração Pública, com foco na implantação de Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) no município.

Integrante da Comissão de Constituição e Justiça, a vereadora Vanessa Gonçalves (PP) ressaltou a relevância do debate público. Nesse sentido, enfatizou os dados da Enquete proposta pelo parlamento, que cristalizou o posicionamento favorável da população ao projeto proposto. “Prezamos pela transparência para tirar dúvidas da população e juntos alcançarmos um único propósito: o direito à vida”, defendeu.

Ao considerar divergências a partir do aspecto político-partidário, Vanessa pediu cautela nas avaliações. “É uma questão que deve ficar em último plano, não é uma disputa eleitoral”. Assim, a vereadora pediu a união de representações públicas governamentais em defesa da efetivação do projeto.

A vereadora, que tem como bandeira a Regionalização do Hospital Jofre Cohen, reiterou a relevância da implantação de UTI’s no contexto do interior do Amazonas. O transporte médico na região é um fato preocupante, tendo em vista o tratamento emergencial dos pacientes, onde cada minuto é fundamental para sobrevivência. Vanessa é Coordenadora da Calha dos Municípios do Baixo Amazonas na União dos Vereadores do Estado e atua pelo desenvolvimento regional.

Fundamentaram a reunião parlamentar virtual membros da Defensoria Pública, Ministério Público, além da empresa Celeo Redes Brasil e escritório de advocacia Cescon Barrieu. Se aprovada a proposta, Parintins poderá contar com leitos de UTI adulto, pediátrico e neonatal.

Texto: Karine Nunes

você pode gostar também