Vereador Maildson cobra posicionamento da Secretaria de Educação com relação ao transporte escolar

Ele também apresentou um requerimento no sentido de solicitar da Secretaria Municipal de Obras a instalação de 56 luminárias no bairro Pascoal Alággio

Ao pronunciar-se na sessão ordinária desta quarta-feira, 09 de março, o vereador Maildson Fonseca (PSDB) apresentou um requerimento no sentido de solicitar da Secretaria Municipal de Obras a instalação de 56 luminárias no bairro Pascoal Alággio. De acordo com Fonseca, as famílias do Pascoal Alággio enfrentam inúmeras dificuldades todos os dias devido à falta de iluminação pública nesse bairro.

“Esse bairro está em completo abandono. Espero que essas providências sejam tomadas, porque aquele povo já sofre com buraqueira na rua, com problemas de lama e mais a escuridão”, explicou Maildson.

O vereador Maildson também cobrou o posicionamento da Secretaria Municipal de Educação, em nome do Secretário Samarone Moura, com relação ao transporte escolar dos alunos da rede municipal de ensino. Segundo ele, a zona rural de Parintins foi abandonada pelo Executivo no que tange a disponibilização do transporte escolar.

“Isso está sendo brincadeira, porque já temos basicamente um mês de aula sem o transporte escolar. Tem localidade que ainda não começou o ano letivo e eu indaguei do Secretário Samarone essa situação. Ele disse que estava tomando as providências, mas espero que essas providências sejam logo”, contou.

O parlamentar frisou que os estudantes parintinenses não podem ficar sem o transporte escolar, pois isso prejudica o rendimento dos alunos dentro de sala de aula. Ele considera lamentável essa situação.

“É lamentável quando alguém precisa estudar e é lhe tirado o direito. Nós não podemos ficar calados diante dessa situação. O Secretário disse que não depende somente dele resolver isso e informou que estava em reunião com a equipe de planejamento. Porém, independente de quem faça parte desse planejamento eu acredito que vai planejar muita coisa errada, pela incompetência da pessoa que ocupa esse cargo. A abelha rainha faz somente mel, e nada mais”, disparou Maildson Fonseca.

Texto: Mayara Carneiro

você pode gostar também