Vereadores buscam respostas na Amazonas Energia para fim de racionamentos em Parintins

Os vereadores Vanessa Gonçalves (Pros) e Renei Mocambo (PL) saíram com esclarecimentos convincentes, após encontro com o diretor de distribuição da Amazonas Energia, Radir Gomes Oliveira, juntamente com o gerente de operação, Bosco, em Manaus, na quinta-feira, 26. A deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) articulou a reunião realizada na sede da empresa responsável pela distribuição de energia elétrica no Amazonas.

Radir Gomes Oliveira começou a conversa com pedido de desculpas ao povo de Parintins, principalmente da cidade, e indicou normalidade dos serviços na zona rural. “Na sede do município temos algumas interrupções. Cada verão para nós é um sofrimento, por conta de altas temperaturas, muito calor, elevado consumo de energia nas residências, indústrias, escolas. Perdemos cinco máquinas na semana passada. Isso não é normal, mas infelizmente saíram de operação”, justificou.

O diretor afirmou que esse problema ocasionou racionamentos de energia elétrica. Para resolver, a Amazonas Energia faz um programa de manutenção das máquinas da usina termelétrica de Parintins. “Temos o nosso maior motor, Caterpillar, de 3 megawatts, para entrar em operação no dia 27, e com isso traz mais confiabilidade no sistema de geração, em Parintins. Com isso, cessa de uma vez por toda o corte de carga”, garantiu Radir Gomes de Oliveira.

Luz para Todos

Vanessa Gonçalves agradeceu os esclarecimentos prestados pela Amazonas Energia, em Manaus, e ainda aproveitou para solicitar a ligação de rede do Programa Luz Para Todos na comunidade Peixe Marinho, no Rio Uaicurapá, na zona rural de Parintins. Radir Gomes de Oliveira se comprometeu em colocar iluminação nas residências dos comunitários e informou que a empresa já foi contratada para a realização dos serviços. “Tão logo a obra esteja pronta, vamos inaugurar junto com a vereadora Vanessa”, assegurou.

Cobranças indevidas

Presidente da Comissão dos Direitos dos Consumidores da Câmara Municipal de Parintins, Vanessa Gonçalves ressaltou que tem recebido as contas de energia da população, com a reclamação sobre o preço das taxas, mesmo em casos onde já houve cortes. O diretor da Amazonas Energia recomendou que esses consumidores, se sentirem lesados, procurem a agência da empresa, em Parintins, para atendimento ao cliente, com correção de faturas, e tirar qualquer outra dúvida.

Radir Gomes de Oliveira explicou para Vanessa Gonçalves que outro fato é quando a luz está cortada chegar conta. O diretor da empresa esclareceu que a Amazonas Energia já trabalha para sanar essa situação. “Isso não é só de Parintins. A gente já havia recebido essa reclamação de outras localidades, até mesmo de Manaus. Estamos verificando o sistema, porque emite conta após o corte. Isso será cessado, sim. Se a conta apareceu depois do corte, pode ser cancelada, sim”, ratificou.

Limpeza de rede rural

Uma boa notícia dada pelo diretor da Amazonas Energia para os clientes da zona rural de Parintins é a limpeza de faixa de servidão da rede da usina da Vila Amazônia até a área indígena do povo Sateré-Mawé, no Rio Uaicurapá. “Vamos fazer um programa de manutenção dessa rede existente, porque sabemos que há muitas interrupções e geralmente demora o atendimento. Até que alguém faça uma ligação para o nosso telefone 0800 e dizer da falta de energia, já levou algum tempo. Às vezes, fica sem comunicação, e vamos acelerar um pouco mais para essa manutenção rapidamente”, anunciou.

O vereador Renei Mocambo também agradeceu às respostas da Amazonas Energia para as solicitações dos vereadores da Câmara Municipal de Parintins em prol da população. “Nós apresentamos documentos na tribuna e hoje viemos aqui saber as razões de alguns problemas. Discutimos questões importantes e levamos boas notícias ao povo de Parintins, principalmente da zona rural, em especial do Mocambo do Arari. Representamos a população de Parintins e tivemos uma reunião muito proveitosa”, enfatizou.

você pode gostar também