Vigilância em Saúde de Parintins investiga morte de servidora pública do Estado 

Foto: Felipe Brunner

Parintins (AM) – A morte da servidora pública estadual Laena Cardoso, 30 anos, surpreendeu amigos, familiares, colegas de trabalho e conhecidos, em Parintins, na tarde desta terça-feira (26). A causa ainda é desconhecida, mas a suspeita é Covid-19, embora a vítima tenha tido teste negativo para detecção do novo coronavírus.


Laena Cardoso foi encontrada desmaiada dentro de casa pelo marido, Anderson Farias, que pediu socorro pela Central de Resgate pelo 192. Ela chegou ao Hospital Padre Colombo sem sinais vitais e faleceu antes de receber atendimento médico de urgência. A Vigilância em Saúde de Parintins já investiga o motivo da morte precoce da funcionária pública.

A vítima era assistente técnica concursada da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), vinculada à Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), em Parintins. Devido ao protocolo adotado na pandemia da Covid-19, o sepultamento de Laena Cardoso ocorreu no Cemitério Municipal São José, hoje.

você pode gostar também