Bi Garcia afirma que MP adora fazer linchamento moral e chama promotor Flávio Mota de tendencioso

Bi Garcia disparou contra o promotor Flavio Mota que preferiu o silêncio.

O deputado estadual por Parintins disparou contra o representante ministerial o acusando de tendencioso e incoerente em suas posições assegurando que vai enfrentá-lo.

Da Redação | Parintins 24 horas

[email protected]

Parintins – O ex-prefeito de Parintins Bi Garcia (PSDB) não poupou criticas ao promotor Flávio Mota que deu publicidade ao procedimento preparatório eleitoral número 001/2016 com o pedido de instauração do procedimento “a fim de instruir futura e eventual ação de impugnação de registro de candidatura em face do pretenso candidato Frank Luiz da Cunha Garcia” publicada no diário oficial do MPE nesta quarta-feira, 10. (ver matéria: https://www.parintins24hs.com.br/mpe-pode-pedir-inelegibilidade-de-bi-garcia/)

Garcia usou o programa de rádio que mantém na Rádio Tiradentes para lamentar a decisão do representante Ministerial e pedir que o MPE possa abrir procedimentos para os demais nomes que se apresentam como pré-candidatos. “O mais coerente da parte do promotor seria que ele fizesse uma ação investigatória ou preparatória em cima de todos aqueles pretensos candidatos. Apesar dele (promotor) está passando a carroça na frente dos bois porque o correto seria aguardar a confirmação dos registros das candidaturas que só vão acontecer após as convenções. A partir daí ele teria todo o poder de impugnar aquele que por ventura esteja inelegível por força de algum problema junto à justiça eleitoral”, disse.

O deputado estadual por Parintins disparou contra o representante ministerial o acusando de tendencioso e incoerente em suas posições assegurando que vai enfrentá-lo. “Isso claramente depõe contra a pessoa do promotor que não procura ter coerência nas suas ações. O ministério Público às vezes erra nessas coisas. Eles adoram fazer linchamento moral antecipado das pessoas por meio politico”,

“È lamentável como se comporta o promotor de Parintins de forma bem tendenciosa e isso eu vou combater e vou enfrentá-lo, pois não pode em hipótese alguma anunciar uma ação preparatória que se quer tem qualquer tipo de condenação transitado e julgado”, concluiu assegurando que ninguém vai tirar o seu direito de ser candidato nas eleições deste ano.

O Parintins 24 horas procurou o promotor Flávio Mota para comentar as declarações do ex-prefeito, mas ele preferiu não se pronunciar. “Não, não tenho nada a declarar”, disse.

você pode gostar também